Reforma
Queixas e denúncias das condições de Trabalho
Avaliação: / 1
FracoBom 
Quinta, 26 Fevereiro 2015 19:56

Estão a ser feitas irregularidades no seu emprego que vão contra o código de trabalho?

Havendo matéria que o justifique, pode implicar uma inspeção/investigação para aferir a veracidade dos factos.Just Say No

Melhore as suas condições de trabalho enviando as queixas e/ou denúncias da sua empresa para o ACT - Autoridade para as Condições do Trabalho.

Reclame essa irregularidade conforme o tema:

  • Condições de segurança e saúde no trabalho
  • Trabalho não declarado ou irregular
  • Contrato de trabalho a termo
  • Trabalho temporário
  • Destacamento de colaboradores
  • Trabalho de imigrantes
  • Desigualdade e discriminação no trabalho
  • Duração e organização do tempo de trabalho
  • Representação colectiva de colaboradores
  • Outros...
Continuar...
 
Valor da Pensão Social do Regime Não Contributivo para 2015
Segunda, 19 Janeiro 2015 16:26

Em 2015, o valor da pensão social do regime não contributivo é de 201,53 euros. Seja por invalidez ou por velhice, o montante é o mesmo.

O valor foi atualizado em 1% pela Portaria 286-A/2014, de 31 de dezembro de 2014. O aumento abrange as pensões mínimas do regime geral da Segurança Social com menos de 15 anos de descontos, do regime especial das atividades agrícolas, complemento por dependência, pensões de reforma, aposentação e invalidez e ainda as pensões do regime não contributivo e equiparados.

Pensão social sobe para 201,53 euros

Continuar...
 
Quem tem direito à reforma por invalidez?
Segunda, 19 Janeiro 2015 15:49

A reforma por invalidez é um apoio financeiro mensal, destinado a proteger os beneficiários em situações de incapacidade permanente para o trabalho, que é avaliada segundo o estado físico e mental da pessoa, a sua idade, e capacidade de trabalho ainda apresentada.

Consoante o nível de incapacidade do beneficiário, a invalidez pode ser considerada relativa ou absoluta.

Continuar...
 
Reforma antecipada regressa em 2015
Segunda, 19 Janeiro 2015 10:21

Com o arranque do novo ano, a reforma antecipada volta a ser possível para os trabalhadores com 60 anos. Mas há penalizações. A partir de 2016, a idade da reforma aumenta: será preciso trabalhar até aos 66 anos e 2 meses para receber a pensão completa.

A partir de janeiro de 2015, os trabalhadores que tiverem, pelo menos, 60 anos e 40 de descontos, podem reformar-se. No entanto, haverá uma penalização de 0,5% por cada mês de antecipação relativamente à atual idade de reforma - 66 anos.

Imagine que tem 64 anos e meio e quer sair do mercado de trabalho. A redução será de 9% (18 meses x 0,5 por cento). Se o cálculo da sua pensão resultou em € 1 000, o corte relativo à antecipação é de 90 euros. O valor da pensão será de 910 euros.

Continuar...
 
Reforma antecipada na CGA pode levar a perda até 21% na pensão
Segunda, 10 Março 2014 11:16

Comparando regras de 2012 com 2014, quem se reformar aos 63 anos terá uma penalização pesada au travail-31

O exercício comparativo é relativamente simples. Imagine o caso de um trabalhador do Estado que tem 63 anos e pretende reformar-se com 38 anos de serviço, 30 dos quais realizados até 2005 (a chamada parcela 1 ou P1). Comparando as regras em vigor em 2012 com as de 2014, a perda é de 21%. A idade legal da reforma passou de 65 para 66 anos na última sexta-feira.

Continuar...
 


Pág. 1 de 6

Publicidade

Ofertas de Emprego


Empresas: Anunciar grátis » Candidatos: Mais ofertas »


Gerador de CV Online

Publicidade


Netlucro