Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Hoje fala-se muito de networking e da importância, sobretudo para as pessoas que estão à procura de emprego, de se estar presente em ações que p persos-13potenciam contactos e que dão visibilidade a quem precisa de afirmar "estou aqui e é isto que eu sei fazer".

Mas só vale a pena ir a uma uma acção de networking se for para cumprir o objectivo de se dar a conhecer. Se no final não tiver conversado com, pelo menos, uma pessoa até aí desconhecida, duvide da aplicação do seu tempo. O conselho é de Dalila Pinto de Almeida, autora do livro "Mudar de Vida" (Almedina, 2011) e especialista nas áreas de Executive Search, Assessment de Competências e Coaching de Executivos, que trabalha há mais de 20 anos em Consultoria Organizacional, tendo desenvolvido projetos em diversas empresas multinacionais, nacionais e organismos públicos.

Se é tímido e treme com uma sala cheia de pessoas que não conhece, siga estas 7 dicas de Dalila Pinto de Almeida:

1. Chegue cedo. Ainda estão poucas pessoas e vai ficar menos aflito. Com um pouco de sorte, se for o primeiro a chegar, a próxima pessoa pode vir ter consigo.

2. Apresente-se. Sempre que alguém falar consigo, diga o seu nome e o que faz e claro, interesse-se pelo que a outra pessoa faz.

3. Aproxime-se. Quando vir alguém que já conhece, essa pessoa poderá apresentar-lhe alguém que não conhece.

4. Circule. Se ficar só no meio de quem conhece - para se sentir seguro – vai perder a oportunidade de conversar com pessoas diferentes.

5. Faça perguntas relacionadas com a actividade da pessoa com quem está a conversar. E escute.

6. Dê informação. Se conhece alguém que pode ajudar alguém, avance.

7. Tenha os seus contactos à mão. Um cartão de visita continua a ser um bom meio.

Fonte: Dinheiro Vivo