Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
A banda sonora do local de trabalho Seja na vertente de quem pratica algum instrumento seja para quem canta ou para quem ouve apenas, os efeitos terapêuticos da musica são notórios.
  • Diversos estudos comprovaram já os benefícios da música no desenvolvimento racional e emocional do ser humano. Seja na vertente de quem pratica algum instrumento seja para quem canta ou para quem ouve apenas, os efeitos terapêuticos da musica são notórios, em diferentes campos da vida das pessoas. E no ambiente de trabalho, qual poderá ser o papel da música para aumentar a eficiência, produtividade e harmonia?Fomos descobrir como fazer a banda sonora ideal para o seu local de trabalho.

  • Escolha a música consoante o espaço a que se destina e a finalidade deste dentro da organização. Poderá ser simpático ter música ambiente numa área de recepção mas se calhar já não faz grande sentido impor uma banda sonora “de fundo” a todo o departamento comercial;

  • Se o tipo de funções que desempenha permitem ter música de acompanhamento, opte por faze-lo em baixo volume ou com headphones de forma a não prejudicar nenhum dos seus colegas de sala. No entanto, lembre-se que, no caso de trabalhar inserido numa equipa, a música “nos ouvidos” não deverá criar barreiras aos contactos com o resto dos seus colegas.

  • Evite os mais recentes êxitos das pistas de dança ou batidas muito fortes, que causam maior distracção e retiram aquele efeito relaxante e dissuasor de stress que a musica pode ter nos ouvintes;

  • Os sons do mar, o canto gregoriano ou mesmo as famosas versões tocadas em flautas “pan pipe”, poderão ser do agrado de alguns mas, ao fim de algum tempo, tornam-se certamente repetitivas e monótonas, irritando os ouvidos mais sensíveis.

  • Opte por música clássica, jazz ou um suave som de blues ou r&b. A principal motivação de trazer música aos ouvidos de quem trabalha é ajudar a manter uma mente repousada e com boas energias.

  • Se trabalha numa zona em open-space ou partilha o gabinete com mais algum(ns) colega(s) e ter uma banda sonora de fundo é uma ideia que agrada a todos, procure estabelecer algumas regras básicas para o que pode “passar”. Em último caso, faça uma atribuição do “DJ do dia” para que todos possam ter um dia para escolher as suas preferências.

  • Um espaço de convívio para colaboradores, onde haja possibilidade para ouvir um pouco de música, é uma boa solução para ter um ambiente de trabalho agradável e estimular a produtividade. Por outro lado, garante-se que os colaboradores se mantêm ligados ao trabalho, mesmo durante as pausas de descompressão.
  • Outra boa opção, já utilizada em algumas empresas e unidades fabris no estrangeiro, são os serviços de rádio “internos”. Nestes casos, durante os períodos de almoço ou a determinadas horas do dia, para além de música, podem passar programas da própria autoria dos funcionários da empresa.

Fonte:"http://superemprego.sapo.pt/"